Publicamos atualizações frequentes em nossa documentação, e a tradução desta página ainda pode estar em andamento. Para obter as informações mais recentes, acesse a documentação em inglês. Se houver problemas com a tradução desta página, entre em contato conosco.
Versão do artigo: Enterprise Server 2.19

Diferenças entre exibições de commit

No GitHub Enterprise, é possível ver o histórico de commits de um repositório:

Essas duas exibições de commit podem mostrar informações diferentes às vezes. O histórico referente a um único arquivo pode omitir commits encontrados no histórico de commits do repositório.

O Git tem várias formas diferentes de mostrar o histórico de um repositório. Quando o Git mostra o histórico de um único arquivo, ele simplifica o histórico omitindo commits que não alteraram o arquivo. Em vez de analisar cada commit para decidir se ele alterou o arquivo, o Git omitirá um branch inteiro se esse branch, após o merge, não tiver afetado o conteúdo final do arquivo. Os commits no branch que alterou o arquivo não serão mostrados.

O GitHub Enterprise segue explicitamente essa estratégia simples no histórico de commits de um arquivo. Ele simplifica o histórico ao remover commits que não contribuem para o resultado final. Por exemplo, se um branch lateral tiver feito uma alteração e depois revertido, esse commit não aparecerá no histórico do branch. Isso torna a análise de branches mais eficiente, já que você só visualiza os commits que afetam o arquivo.

É possível que essa exibição truncada nem sempre contenha as informações que você procura. Para quem queira ver o histórico inteiro, o GitHub Enterprise oferece uma exibição com mais informações na página de commits de um repositório.

Para obter mais informações sobre como o Git considera o histórico de commits, consulte a seção "Simplificação do histórico" do artigo da Ajuda sobre git log.

Further reading

Pergunte a uma pessoa

Não consegue encontrar o que procura?

Entrar em contato